Blogger Template by Blogcrowds

Como a Concorrência Matou a Imprensa


Fui ontem à papelaria situada perto do local onde trabalho para compras pastilhas elásticas, quando me deparei com duas coisas extraordinárias: ofertas das revistas!

A "Rotas e Destinos" (que nunca comprei até à data!) estava a oferecer um livro com a edição deste mês, e a "Interiores" (que nunca comprei porque não percebo o objectivo de gastar 3€ numa revista de decoração!) estava a oferecer caderninhos de apontamentos da marca "The Neues".
Por pouco mais de 6€, fiquei com a "A Quarta Aliança", de Gonzales Giner, e com um belissimo bloco de apontamentos.

Pergunto-me a que ponto chegamos, que as revistas tenham de oferecer coisas para sobreviverem neste mercado tão apertado da concorrência (especialmente a concorrência online, uma vez que neste mundo tão vasto que é a internet, conseguimos a mesma informação veiculada pelas revistas!).
Eu não encontro grande inconveniente neste facto! As ofertas foram sempre um aspecto com o qual lidei perfeitamente bem. No entanto acabam por subverter o objectivo principal, que é comprar algo, pelo prazer da informação que contém, e não pela qualidade daquilo que oferece!

Acredito que alguém muito atento a estes pormenores possa vestir-se (sim, porque algumas revistas também oferecem roupa!), ler, usar acessórios da moda (carteiras, óculos, brincos...!), pôr a mesa (o JN vai oferecer a partir destes dias talheres!), e preparar refeições (lembro-me que andou aí uma revista a vender tachos a preços reduzidos), tudo com uma visita à papelaria mais próxima.

E com as papelarias abertas ao Domingo, ainda querem alargar o horário dos supermercados a este dias da semana!

8 comentários:

Quando se trata de livros grátis, é aproveitar ao máximo!

Mais uma vez, essas ofertas aparecem para que as pessoas comprem os jornais à farta, não importa se vão ler as notícias, desde que comprem!

sábado, maio 03, 2008 4:32:00 da tarde  

É verdade. Hoje em dia já não são as revistas que trazem brindes, mas sim os brindes que trazem revistas! Apesar de haver muitas coisas que até dão jeito, há coisas completamente ridículas...

sábado, maio 03, 2008 5:16:00 da tarde  

See Please Here

sábado, maio 03, 2008 10:29:00 da tarde  

Eu diria, como a Internet matou os hábitos de leitura de imprensa. E essa imprensa teve que " fazer pela vida", tentando chamar à atenção das pessoas para o seu produto. Nada melhor do que ofertas, o que acaba por desvirtuar um pouco a função da imprensa, que é informar.

domingo, maio 04, 2008 9:21:00 da tarde  

Bom, ontem ficaste muito bem servida, sim, senhor. Acho que, em Portugal, há uma variedade de revistas desnecessárias para o panorama nacional e, na tentativa de sobreviverem, vão tentando cativar leitores através de promoções ou brindes. O problema é que os concorrentes também acabam por fazer o mesmo e quem sai beneficiado é o leitor, apesar de nem sempre se justificar a compra da revista para ter o brinde.

Às vezes pergunto-me como é que estas revistas conseguem sobreviver e, acima de tudo, como é que pagam aos seus colaboradores.


O livro parece-me extremamente interessante. Depois conta como foi.

segunda-feira, maio 05, 2008 10:57:00 da manhã  

Fizeste-me rir.

Relamente é impressionante como uma Revista pode ser surpreendente ao nível das ofertas:)

PS-Tenho um amigo que escreve (e bem) para a Rotas e Destinos - tenho a certeza que ele agradece a tua compra :):):)

segunda-feira, maio 05, 2008 5:47:00 da tarde  

O acto de comprar uma revista ou um jornal já não é simples: temos de tomar nota dos dias em que as ofertas acontecem, guardar cupões para trocar por "brindes" nas próximas edições, andar com sacos da IKEA na carteira para que tanto presente possa ser transportado do quiosque até casa...! ;)

O mercado editorial está muito saturado, pelo que as revistas se vêem obrigadas a cativar os leitores de forma aliciante. Contudo, essas manobras comerciais poderiam ser utilizadas de outra forma como, por exemplo, na disponibilização de revistas em formato digital ou na baixa de preços das publicações. Em qualquer caso, é sempre o leitor que fica a ganhar com a elevada concorrência entre grupos editoriais :)

quinta-feira, maio 15, 2008 5:31:00 da tarde  

A Rotas e Destinos está apenas a oferecer livros que a revista Sábado já tinha oferecido no ano passado ou há dois anos (na altura aproveitei logo para fazer a colecção). Nesta perspectiva, podemos pensar duas coisas: ou que sobraram livros do ano passado, por falta de vendas da Sábado, ou que a ideia deu tanto lucro que voltaram a apostar nela...


http://www.memoriasdeareia.wordpress.com

quinta-feira, junho 05, 2008 12:24:00 da tarde  

Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial